Terça, 03 de Agosto de 2021
35 99103-0502
Cidades Falecimentos

Lavras perde mais três figuras ilustres

Os três foram personagens importantes em suas atividades profissionais para o desenvolvimento econômico e o futebol de Lavras

14/06/2021 16h10
Por: Redacao
Lavras perde mais três figuras ilustres

Essa primeira metade do mês de junho, além desse friozinho que desce insistentemente da Serra da Bocaina, vem nos trazer notícias que já começam a provocar saudades no seio da comunidade lavrense.

 
Essa saudade vem em decorrência de partidas para a seara do Senhor de pessoas que habitavam o nosso cotidiano e em algum momento fizeram parte de nossas vidas, seja por laços familiares e de amizade, ou simplesmente por estarem ligadas ao algo que as tornaram conhecidas e queridas por todos.
 
A semana encerrada no último sábado trouxe a triste notícia da partida do Antônio Costa, o Tonho Goleiro, que por muitos anos defendeu com garra e fidalguia as cores da Associação Olímpica de Lavras, nos áureos tempos do futebol amador de Lavras.
 
Ontem, domingo, recebemos a informação do falecimento em Barretos-SP, onde estava radicado já há algum tempo, do empresário Aguinaldo dos Santos, que foi proprietário da Lanchonete Ponto 2, localizada em pleno coração da Terra dos Ipês e das Escolas, na Praça Dr. Augusto Silva, sendo considerada nos anos 1980 como o point da cidade.
 
Era comum encontrar ali, tomando um café, os jornalistas Silvio (Bi) do Amaral Moreira, Hugo de Oliveira, Luiz Gomide, além dos festejados João Evangelista de Rezende Filho, o Joãozinho do INPS, e Dr. Francisco Rodarte, grande orador, tribuno destacado e profissional ilibado da Advocacia mineira. Todos eles de saudosa memória.
 
De origem da zona norte da cidade, Aguinaldo dos Santos era uma simpatia em pessoa.
 
E hoje, pela manhã, veio a notícia do passamento do Abelardo Penna Júnior, que a exemplo do Tonho Goleiro foi mais um dos grandes jogadores do futebol lavrense.
 
Outro dia, foi o Sigrilo, batizado Antônio Júlio, e agora o Abelardo, seu companheiro de zaga no Fabril Esporte Clube. Ambos formaram uma das duplas defensivas mais duradouras e vitoriosas do Alvinegro do Bairro Industrial.
 
Abelardo era um perfeito gentleman nas palavras e nas ações. Emprestou seu talento não só nas quatro linhas dos campos de futebol, mas também na extinta Companhia Fabril Mineira, e, mais tarde, na FAEPE (Fundação de Apoio ao Ensino, Pesquisa e Extensão), onde deixou uma legião de amigos e admiradores.
 
Fomos encontrá-lo depois no RH da Prefeitura Municipal de Lavras, na administração do ex-prefeito João Batista Soares da Silva. Sempre educado, atendia a todos com aquela paciência que lhe era característica, procurando solucionar as demandas por mais difíceis que fossem.
 
Por tudo isso, pode-se dizer que Abelardo Penna Júnior era um ser diferenciado.
 
Aos realizarmos estes registros, que nunca queríamos fazer, pedimos ao Criador que visite e conforte os familiares de Aguinaldo dos Santos, Antônio Costa e Abelardo Penna Junior.
 
Sabemos que estão na glória do Senhor e na vida eterna, onde a noite nunca chega, porque por suas obras, são luzes eternas!
 
 
 
 
J. Paulo
 
Editor
1 comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.