Anúncio
Vereadores

Redução do número de vereadores, 7 votaram contra a população de Lavras ( veja quem são)

E Lavras, que como todos sabemos é uma cidade “rica” aqui tem um parque industrial forte, e não existe desemprego pode se dar ao luxo de ter dezessete senhores e mais seus assessores regiamente pagos com os impostos arrecadados da população, e alguns deles votando contra

17/02/2020 23h50Atualizado há 2 meses
Por: Redacao

A Câmara Municipal de Lavras, que é composta por dezessete vereadores, que em tese deveria respeitar a vontade popular mais uma vez “virou as costas"para os eleitores. Estava tramitando naquela casa legislativa, um projeto de lei de autoria do vereador Marcos Possato, que reduzia o número de vereadores para onze. Este projeto, que estava tramitando na verdade canalizava a vontade popular, e estava seguindo o exemplo de outras comunidades que nestes “tempos bicudos” reduziram número e salários de vereadores, para investir onde era mais necessário. E Lavras, que como todos sabemos é uma cidade “rica” aqui tem um parque industrial forte, e não existe desemprego pode se dar ao luxo de ter dezessete senhores e mais seus assessores regiamente pagos com os impostos arrecadados, e alguns deles votando contra a população. Só aqui mesmo! A situação com relação aos vereadores ainda é mais grave, quando se toma conhecimento de que a proposta original, era para reduzir para onze vereadores, temendo uma derrota tentou-se negociar um meio-termo e chegou-se a (quinze) e ainda assim foi rejeitada. Estes que lá estão, é bom que se deixe claro que não são todos, não merecem os salários de mais de R$ 6 mil líquidos mensais que cada um recebe e mais os custos de assessores, cafezinho, telefone, xerox. Enquanto isso, a população está sofrendo nas “garras" da malsinada Copasa, que cobra um absurdo de taxa de esgoto. Falta na cidade, a construção de mais escolas, para que não ocorra o que tem acontecido todos os anos no começo do ano letivo: alunos irem estudar longe de suas residências. Muitos chegando a atravessar a cidade, de um lado a outro. Mas como construir novas escolas, se a municipalidade vive no seu limite de investimentos, e o que se tem não é o suficiente. No posto de saúde de seu bairro, não tem remédios, e você já parou para pensar,  porque essa situação ainda existe? Agora o pior é quem, se achando acima de tudo e de todos, votou contra a vontade popular. A redução do número de vereadores era uma necessidade para que se possa investir onde se tem mais retorno para a população. Quando você, chegar na UPA com seu filho para ser atendido e demorar, fique sabendo que por causa de sete vereadores seu filho vai ser atendido, mas vai demorar, será que o caso dele dá para esperar?  Quem votou contra a cidade foram estes vereadores: Daia Protetora, Bira, Toninho do Raio-X, João Paulo Felizardo, Ti Ailton, Lila e Peterson. É preciso que se registre, que o vereador Sebastião Santos Vieira em um assunto tão importante como este, preferiu se abster de votar. Agora é bom que se deixe consignado neste minifúndio digital que ouvindo clamor das ruas, votaram pela redução como quer a população os vereadores Dr. Alessandro, Mestre Grilo, Marcos Possato, Cel Claret, Cristiane Costa, Nanh Ferreira, Ennio Mendes Siqueira e Carlos Lindomar. Outra coisa, que para ser aprovado conforme é a vontade da população, este projeto deveria receber doze votos favoráveis,. Um detalhe, ele não poderá ser reapresentado nessa legislatura, somente o ano que vem quando uma nova Câmara Municipal tomara posse. Agora você, que tem a faca a o queijo na mão, e já sabe quem "pisou na Bola" vai deixar de "barato"?

 

 

 

 

 

 

 

 
1comentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários