Anúncio
Pesquisa Eleitoral

Lavras: MDA AFIRMA QUE DADOS DE SUPOSTA PESQUISA DIVULGADA COM SUA MARCA SÃO FALSOS

O caso da divulgação e vários prints de publicações já foram encaminhados ao Ministério Público Eleitoral e será aberto um inquérito para apurar as publicações em redes sociais

16/03/2020 15h52Atualizado há 2 semanas
Por: Redacao

 

O instituto de pesquisa, MDA, com sede de Lavras, emitiu uma comunicação desmentindo que prints de uma suposta pesquisa eleitoral, contendo dados sobre os vereadores Carlos Lindomar e Nanáh Ferreira, apontados com uma rejeição de aproximadamente 50 % é falsa.

No documento, assinado pelo Diretor Marcelo Souza, o instituto atesta que não reconhece os números apresentados nos prints como verdadeiros, atribuindo a tais prints como resultados de manipulação de sua logomarca que esta disponível em seu site.

O CASO.

Vários prints foram enviados em grupos de whatsApp e via Facebook onde, estranhamente, os nomes de quem estaria em primeiro lugar foram ocultados. Apenas o nome dos vereadores Carlos Lindomar e Nanáh Ferreira foram expostos e, de acordo com os prints da suposta pesquisa com a logomarca da MDA, teriam uma rejeição de mais da metade do eleitorado lavrense.

De acordo com a empresa, os prints e os números divulgados são falsos.

A legislação eleitoral impõe a quem divulgar dados de pesquisa sem o registro já Justiça Eleitoral uma multa de aproximadamente R$ 104 mil reais.

O caso da divulgação e vários prints de publicações já foram encaminhados ao Ministério Público Eleitoral e será aberto um inquérito para apurar as publicações em redes sociais.

Procurados, os vereadores Nanáh Ferreira e Carlos Lindomar disseram que não vão se pronunciar até o final da investigação.

O documento assinado pelo diretor da MDA segue no link abaixo:

https://drive.google.com/open…

 

 

 

 

 

 Com Lavras Online

 
 
 
Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários