Anúncio
Furto

Goiás: Major acusado de quebrar cassetete na cabeça de estudante é preso em carro furtado

A advogada de defesa do major, Rosângela Magalhães, disse que o militar é vítima desta situação e desconhecia os registros de roubo e placa clonada do carro

18/03/2020 22h38Atualizado há 3 meses
Por: Redacao
Major Augusto Neto é acusado de quebrar cassetete na cabeça de universitário – Foto: Reprodução/ TV Anhaguera
Major Augusto Neto é acusado de quebrar cassetete na cabeça de universitário – Foto: Reprodução/ TV Anhaguera

DO G1

 

O major da Polícia Militar Augusto Sampaio de Oliveira Neto, que é acusado de quebrar um cassetete na cabeça do universitário Mateus Ferreira da Silva durante um protesto em Goiânia, foi flagrado na direção de um Jeep Renegade com registro de roubo e placa clonada, na BR-414, em Corumbá, região central de Goiás.

A advogada de defesa do major, Rosângela Magalhães, disse que o militar é vítima desta situação e desconhecia os registros de roubo e placa clonada do carro. A Polícia Militar de Goiás informou, por meio de nota, que o major foi conduzido “por estar conduzindo um veículo adulterado, produto de furto. O policial alegou ter comprado de terceiros e não ter conhecimento da procedência ilícita do veículo” (…).

Conforme o registro policial, o major declarou “estar com o carro de boa-fé, que ele foi envolvido em uma negociação de uma caminhonete Dodge/Ram e estava apenas como garantia de pagamento do restante da dívida”. Após o depoimento, ele foi liberado.

 

(…)

“Nós vamos instaurar o inquérito policial na delegacia de Abadiânia e vamos encaminhar o veículo para a perícia de identificação de chassis. Consta na ocorrência que é um veículo clonado e adulterado. Tão logo recebermos os trabalhos da perícia, vamos colher os depoimentos necessários, elucidar o caso e encaminhar ao Judiciário”, explicou o delegado.

(…)

 

 

Com Diário do Centro do Mundo

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários