Anúncio
Estupro

Cuiabá: Pais encontram e capturam homem que tentou estuprar a filha deles

Ele havia invadido a casa da família durante a madrugada e tentado estuprar uma menina de 11 anos

07/04/2020 01h22
Por: Redacao

Um homem de 34 anos foi preso nesse domingo (5) acusado de ter invadido uma casa, tentado estuprar uma adolescente de 11 anos e furtado um celular.

O crime aconteceu por volta das 4 horas, na casa da vítima, no Bairro Icaraí, em Várzea Grande (região metropolitana de Cuiabá), mas o suspeito conseguiu fugir.

Mais tarde, porém, a família o encontrou enquanto andava na rua.

Invasão

A família toda dormia quando um homem pulou o muro da casa, arrombou a porta e foi até o quarto das duas adolescentes, uma de 11 e uma de 13 anos.

Ele pegou o celular da menina de 11 anos e foi para cima dela na cama enquanto ela dormia.

A adolescente acordou com o homem em cima dela, nu e se masturbando. Ela gritou por socorro e os pais, que estavam no outro quarto, correram para ajudá-la.

O homem correu, pulou a janela e o muro e fugiu levando o celular da vítima.

Prisão

Por volta das 13 horas desse domingo, os pais e a filha de 11 anos estavam andando pelo bairro de carro quando viram o suspeito e a adolescente o reconheceu imediatamente.

A família tentou detê-lo e ele saiu correndo. Os moradores viram a cena e ajudaram segurando o suspeito.

A Polícia Militar foi acionada e quando chegou ao local encontrou o suspeito segurado pelos moradores e com vários hematomas e lesões pelo corpo, porque havia sido agredido pelas pessoas que ajudaram a detê-lo.

Ele estava com um Fiat Strada, que também havia sido furtado, e com o celular furtado da adolescente durante a madrugada.

Os policiais o encaminharam para a delegacia, onde ele ainda mentiu o nome, mas foi preso mesmo assim, acusado de furto, violação de domicílio e tentativa de estupro de vulnerável.

 

Com O Livre

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários