Anúncio
Doação

Lavras: Repúblicas realizam doação de cestas básicas e materiais de higiene pessoal

O material doado foi repassado às famílias que se encontram em situação de vulnerabilidade socioeconômica do Município

13/05/2020 15h01
Por: Redacao

O Conselho das Repúblicas, composto por estudantes da Universidade Federal de Lavras (UFLA), realizou a doação de 25 cestas básicas e materiais de higiene pessoal à Associação de Catadores de Papéis e ao Galpão Cidadão, situados no município de Lavras. O material doado foi repassado às famílias que se encontram em situação de vulnerabilidade socioeconômica do Município.

A estudante de Engenharia Ambiental e Sanitária, representante do Conselho das Repúblicas, Júlia Lima Mendes de Queiróz, explica que eles já atuam com projetos sociais, mas, diante da pandemia, viram a necessidade de ajudar várias famílias. “Pelo fato de morarmos em república, convivemos com várias pessoas de realidades, culturas e situações financeiras diferentes, assim, sabemos da importância de ajudar o próximo”, completa a estudante.

A E-Sustentável e o aplicativo de mobilidade urbana Garupa foram parceiros nesta ação.

O que é o Conselho das Repúblicas?

O Conselho é um órgão representativo das Repúblicas dos estudantes da UFLA. Fundado em 2010, o seu objetivo é promover a defesa dos interesses das repúblicas, o desenvolvimento cultural, moral, social e desportivo de seus membros. O Conselho também realiza projetos sociais no município de Lavras, como por exemplo, doação à entidades que cuidam de animais abandonados, doção de cestas básicas a asilos e orfanatos, e campanhas do agasalho.

O Conselho das Repúblicas, atualmente, é composto por 23 repúblicas, entre elas femininas e masculinas.

 

 

Texto: Greicielle dos Santos - bolsista Dcom

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários