Anúncio
Editorial

Sem Medo do Amanhã

Será que estamos entrando em uma nova noite tenebrosa

14/05/2020 12h20
Por: Redacao

"Jornalista bom, é jornalista morto". "Colabore com a limpeza do Brasil, mate um jornalista, um artista comunista por dia". Foi com essa frase estampada em um muro da Avenida Professor Alfredo Balena, bairro Santa Efigênia, em Belo Horizonte, que os jornalistas de Minas Gerais acordaram nesta quarta-feira (14).

 

As agressões contra essas honradas classes têm aumentado significativamente desde que o fascismo tomou conta do Brasil.

 

No vídeo abaixo, o ex-presidente do Sindicato dos Jornalistas Profissionais de Minas Gerais (SJPMG), Kerison Lopes, se posiciona firmemente contra essa nova forma de inibir a imprensa mineira de trabalhar livremente.

 

Por sua vez, a atual presidenta do SJPMG, Alessandra Mello, condenou este ato contra a liberdade de imprensa e a vida dos profissionais encarregados de levar a informação diariamente à população.

 

A verdade é que os idiotas perderam o medo e agora, à luz do dia, vomitam suas bizarrices.

 

Essa forma de intimidação é uma tentativa de emudecer o quarto poder de um estado democrático de direito. Mas não nos calaremos! Continuaremos o bom combate na defesa do direito de ser livre e sem medo do amanhã.

 

Avante, jornalistas de Minas Gerais

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários