Anúncio
Absurdo

ES: Taxista morre de coronavírus e coveiro se recusa a fazer o sepultamento

A família cobra uma punição ao trabalhador que se recusou a fazer o sepultamento

15/05/2020 23h47Atualizado há 2 semanas
Por: Redacao

Nesta quarta-feira (13), um coveiro do Cemitério Municipal de Cariacica/ES, não quis carregar o caixão de uma vítima de coronavírus e fazer o sepultamento. Os familiares filmaram a cena.( veja ao final da matéria) 

O taxista José Inácio da Silva Filho, de 39 anos, estava internado no Hospital Jayme Santos Neves e testou positivo para coronavírus. Foi entubado, mas não resistiu e morreu nesta quarta-feira(13).

O funcionário da funerária, que levou o caixão até o cemitério, havia sido informado, pelos coveiros que eles não iriam enterrar o taxista.

A família de José Inácio, ameaçou ligar para a PM e então dois coveiros concordaram em fazer o serviço, um outro manteve a negativa e deixou o local. Os coveiros estavam equipados com roupa e acessórios de proteção, mas os familiares, não.Diante da situação, o funcionário da funerária e um familiar tiveram que ajudar a colocar o caixão na cova. “

A família cobra uma punição ao trabalhador que se recusou a fazer o sepultamento.

Um dos coveiros que concordou em enterrar o homem, disse que Prefeitura de Cariacica/ES, não tem dado condições de trabalho a eles. O outro coveiro, que também ajudou, pertence ao grupo de risco, mas está trabalhando.

A Prefeitura, por meio de nota, disse que "é inaceitável o ocorrido e que vai abrir um Processo Administrativo,a respeito do comportamento do coveiro, em que e tomará as medidas cabíveis, a partir da denúncia feita pela família e que desde o final do mês de março/2020, os 21 coveiros de todos os oito cemitérios administrados pela Prefeitura de Cariacica receberam equipamentos de proteção individual (EPI), composto de macacão protetor de corpo inteiro na cor branca, máscara facial e luvas para realizar a sua função e que nenhum coveiro, apresentou laudo médico justificando pedido de afastamento por pertença ao grupo de risco e comorbidade para coronavírus".

 

Transcrito do Olheagora.com.br

 

 

 

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários