Anúncio
Policia

Três Pontas: Operação “Call Center” é deflagrada

Tudo começõu Uma mulher procurou a polícia dizendo que havia recebido boletos de cobranças em atraso, mas não havia feito nenhuma compra

17/05/2020 19h10
Por: Redacao

A Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG), em Três Pontas, deflagrou na sexta-feira (15), a Operação “Call Center” e cumpriu mandado de busca e apreensão na casa de um homem de 22 anos, no bairro Parque Brasil. O suspeito tem amplo conhecimento em tecnologias e aplicava vários golpes pela internet. O jovem falsificava documentos, a exemplo de CNPJ e CPF e fazia compras de diversos produtos.

 

Na casa onde ele morava , os policiais civis encontraram comprovantes de depósitos e boletos bancários, notas fiscais em nomes de diversas pessoas, vários cartões de crédito, três maquininhas de cartões, quatro aparelhos celulares e um notebook com informações e e-mails com acesso a plataformas de compras em lojas on-line.

 

O delegado Gustavo Gomes contou que as investigações começaram com o registro de uma ocorrência em Joinville (SC), no início deste ano. Uma mulher procurou a polícia dizendo que havia recebido boletos de cobranças em atraso, mas não havia feito nenhuma compra. A vítima procurou a Receita Federal e constatou que existia uma empresa do mesmo nome e CNPJ estabelecida em Três Pontas.

 

A Polícia Civil iniciou as investigações, foi até uma transportadora e conseguiu o endereço onde dois caiaques e dois stand up haviam sido entregues. Os investigadores descobriram que se tratava de um conhecido no meio policial, que utiliza a própria casa para receber produtos comprados de forma fraudulenta, obtendo vantagem ilícita e causando prejuízo aos outros. O suspeito foi levado à Delegacia de Polícia Civil para prestar depoimento. Segundo o delegado, ele está contribuindo com as investigações.

 

Em 2018, o rapaz foi preso após uma investigação que durou cinco meses e apontou um prejuízo de cerca de R$100 mil a sites de compras pela internet. De acordo com o delegado Gustavo Gomes, as investigações continuam para identificar outros crimes praticados por ele.

 

Com PCMG

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários