Segunda, 30 de Novembro de 2020
35 99103-0502
Cidades Estupro

Santo Antônio do Amparo: Mãe acusa "tio" de estuprar sobrinha de 13 anos

O acusado já teria "presenteado" a menor outras oportunidades com celulares novos

06/11/2020 15h21
Por: Redacao
Santo Antônio do Amparo: Mãe acusa

Uma mulher procurou a Policia Militar na cidade de Santo Antônio do Amparo, na terça-feira (03/11), onde denunciou que sua filha menor de 13 anos teria sido abusada quando estava na casa de sua avó em Campo Belo. A mãe da menor que aqui não terá o nome revelado, relatou aos policiais militares que começou a notar mudanças no comportamento da filha. Ela disse que por duas vezes a filha tentou suicidio, ficava trancada em seu quarto e não conversava com ninguém. Outra situação que revelou, foi que a menor relatou a ela uma coceira na região íntima, que quando se preparava para leva-la ao PS do bairro onde mora foi alertada por um vizinha que "aqueles sintomas seriam provavelmente de uma relação sexual". Depois de muita conversa, a menor revelou a verdade. Ela disse que foi obrigada a ter relações sexuais com um homem que vem a ser seu tio. O acusado é casado com uma tia biológica da vitima. Que isso já estaria ocorrendo a algum tempo, sem precisar a data.  A mãe contou ainda que a filha começou a chorar e disse que tudo teria ocorrido quando sua avó foi com uma tia fazer tratamento contra um cancer. Segundo a menor "o tio foi para um quarto, tirou a roupa e obrigou ela a tirar também. Que o acusado agrediu ela enforcando e por fim consumou o ato de estupro". A menor disse a mãe que foi ameaçada de morte pelo tio, que não é biologico, de matá-la caso viesse a contar o que aconteceu entre eles".

 

Acusado deu telefones celulares novos para a menor

 

A mãe da menor foi indagada qual o relacionamento entre o "tio" e a menor. A mãe respondeu que havia um relacionamento de confiança,m as lembrou que certa vez sem  precisar a data, o suspeito pediu para que a menor sentasse em seu colo. A menor contou essa atitude do "tio" para sua avó que não gostou nada do que ficou sabendo e repreendeu severamente o genro. Outra situação é que certa vez o acusado deu um celular novo para a menor. Este "presente" estragou e a menor ganhou outro celular novo. Depois destes presentes é que segundo a menor houve o estupro.  

 

 

 

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.