Sexta, 05 de Março de 2021
35 99103-0502
Cidades Prefeitura

Lavras: Portaria de Secretário pode abrir caminho para nova empresa coletar lixo na cidade

Essa portaria com 26 dias de administração está dando o que falar nos meios políticos da cidad

26/01/2021 12h16 Atualizada há 1 mês
Por: Redacao
Lavras: Portaria de Secretário pode abrir caminho para nova empresa coletar lixo na cidade

"Em menos de um mês, a onça já veio beber água". Está causando um certo burburinho nos meios políticos da cidade, a portaria assinada pelo Secretário de Administração José Mourão Lasmar, um eficiente funcionário de carreira da prefeitura de Lavras. O secretário, resolveu instaurar um processo administrativo contra a empresa coletora de lixo na cidade. Nessa portaria, que teria sido provocada por uma resposta da Secretária do Meio Ambiente, sem especificar qual teria sido a pergunta é informado que a empresa ACSL, que faz a coleta do lixo da cidade, deverá receber os valores do ano de 2019. Não erramos! Mesmo com os aumentos de salários, combustíveis e etc, etc, vai diminuir o que ela recebe pela coleta e varreção de ruas na cidade. No artigo 2º da portaria está escrito, " Suspender a eficácia do Termo Aditivo 157/2020 quanto ao reequilibio econômico-financeiro, devendo se manter o valor do contrato nº 101/2019, até a decisão final do presente feito". Traduzindo, isso é o que se chama, sufocar financeiramente uma empresa, de tal maneira, que em determinado momento ela não poderá mais honrar o contrato e ai acontece o quê? Ela quebra!!! Emergencialmente como convém, é contratada nova empresa para fazer a varreção e coleta do lixo. Uma pergunta, deve ser feita! Quanto vai custar este "exercicio" de poder" aos cofres do município com essa portaria? Como já começou as reuniões ordinárias da Câmara Municipal de Lavras, seria providencial que fosse constituída uma comissão, para acompanhar de perto a aplicação dessa portaria do secretário Mourão, e suas consequências futura, para os cofres municipais. Uma curiosidade! Se os valores, que serão recebidos pela empresa vão ser congelados, como vai ficar os aumentos salariais dos funcionários da empresa, será que também deverão ser congelados? O secretário, não quer estes lavrenses pais e mães de famílas, que ajudam a manter este visual agradavel da cidade, tenham aumentos salarias, porque do jeito que está nessa finada portaria, resta a empresa somente uma saída; quebrar! Será que é este desejo, oculto nessa portaria? O Ministério Público, dentro de suas atribuições, deveria acompanhar e descobrir, o porquê dessa portaria com somente 26 dias de administração. Um lembrete. O espaço está aberto, caso o secretário ache interessante, contradizer o que está escrito acima. Aqui, a verdade e democracia andam juntas.

A portaria que é motivo de discussão na cidade

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

J. Paulo

Editor

JPMTE/MG06755

1 comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.