Terça, 13 de Abril de 2021
35 99103-0502
Cidades Abusos Sexuais

Boa Esperança: Homem é preso por suspeita de abusar da própria filha

De acordo com as informações, policiais que estavam à paisana flagraram a ação do homem na praça pública quando passavam pela ponte do Lago dos Encantos e viram o homem em atitude suspeita com uma criança forma incomum

01/03/2021 09h06
Por: Redacao
Boa Esperança: Homem é preso por suspeita de abusar da própria filha

A Polícia Civil prendeu um homem em Boa Esperança suspeito por suspeita de abusar da própria filha em plena luz do dia e em local público na última sexta-feira, 26 de fevereiro.

De acordo com as informações, policiais que estavam à paisana flagraram a ação do homem na praça pública quando passavam pela ponte do Lago dos Encantos e viram o homem em atitude suspeita com uma criança forma incomum.

Os policiais então abordaram o suspeito, de 36 anos, e o identificaram como sendo o pai da criança de 11 a anos. A menina disse achava que o comportamento do pai era normal. O pai, por sua vez, dizia não via maldade nenhuma em beijar na boca e acariciar o corpo da filha, segundo ele, era uma forma de carinho.

Ele confessou a prática e o Conselho Tutelar foi acionado e assumiu a responsabilidade pela vítima. O homem foi levado ao Presídio de Elói Mendes e ainda, segundo as informações da Polícia Civil ele responder por estupro de vulnerável. A pena prevista é de 8 a 15 anos de reclusão é muito complicado porque assim se de um lado a polícia conseguir pedir.

A polícia faz um alerta a população que tome conhecimento de crianças e adolescentes sendo submetidos abusos que denuncie tanto para Polícia Civil quanto a Polícia Militar para que as providências sejam tomadas e os menores protegidos.

 

 

Com TV Alterosa Varginha

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.