Terça, 13 de Abril de 2021
35 99103-0502
Política Renúncia

Lavras: Renúncia provoca corrida ao cargo de presidente da Câmara Municipal de Lavras

Quem quer que seja o escolhido, deve fazer com que o legislativo desempenhe o seu papel principal de fiscalizador do executivo

02/04/2021 09h20 Atualizada há 2 semanas
Por: Redacao
Lavras: Renúncia provoca corrida ao cargo de presidente da Câmara Municipal de Lavras

Vai acontecer na segunda-feira 05/04 nova eleição para a presidência da Câmara Municipal de Lavras, em virtude da renúncia do vereador Alisson Mattioli. Em sua carta de renúncia, o vereador alega motivos de ordem pessoal além de problemas de saúde. O certo, é que durante o pouco tempo que esteve a frente do poder legislativo, o vereador colecionou uma série de situações negativas, para o bom andamento de seu mandato a frente do poder legislativo. Em redes sociais, o vereador era severamente questionado por internautas sobre a decisão que tomou em relação ao cumprimento do regimento daquela casa de leis, com relação ao recebimento e o trâmite de denúncias. Alisson sofreu um desgaste desnecessário, bastava seguir o diz o regimento interno. Para quem vier a ser escolhido para dirigir o poder legislativo, a independência dos poderes, deve ser obrigatoriamente observado. Não precisa, de quem só saiba falar amém! Essa independência deve vir necessariamente acompanhada de experiência neste importante cargo nestes tempos difíceis que vivemos. Segundo se comenta a "boca miúda" nos bastidores da política, dois nomes estão colocados. Com a experiência de ter conduzido, a reunião da segunda-feira 29/03 e ter se saído muito bem em uma reunião tumultuada onde os ânimos estavam exaltados, a vereadora Ana Paula fez a diferença. Conduziu a reunião sem alterar a voz e com bastante calma. Ela pelo que se sabe, será candidata, e conta com o desejo forte das redes sociais. Para quem não sabe, Ana Paula é delegada de Policia Civil, é neta do saudoso vereador José Santana de origem da antiga UDN. Se vir a ganhar a presidência do legislativo, vai dirigir o poder que compete fiscalizar o executivo que é dirigido pela prefeita Jussara Menicucci filha do grande líder político, Silvio Menicucci, de origem do PSD. Também deve ser candidato, e para isso conta com a suas experiências anteriores bem sucedidas no cargo, o vereador João Paulo Felizardo, que é um nome com trânsito tranquilo entre os vereadores que são os que vão escolher o futuro presidente da Câmara Municipal de Lavras. Agora é esperar que na segunda-feira, seja feita a essa escolha, e que quem vier a ser o escolhido, que fiscalize o executivo, cobre mais investimentos em saúde, educação e uma política agressiva para atrair novas empresas para a cidade. É o desejo de todos.

 

 

 

 

 

 

 

 

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.