Terça, 13 de Abril de 2021
35 99103-0502
Cidades Taxa de Esgoto

Lavras: Abaixo assinado online para reduzir taxa de esgoto pode ser a salvação de consumidores

O tratamento de esgoto está com o valor abusivo: é cobrada uma taxa de 100% do valor sobre a água que recebemos em nossas casas! Em Três Corações esta taxa é 31.25%

07/04/2021 11h18 Atualizada há 6 dias
Por: Redacao
Lavras: Abaixo assinado online para reduzir taxa de esgoto pode ser a salvação de consumidores

O absurdo dos valores cobrados a título de taxa de esgoto pela Copasa, e a resposta da Prefeira de Lavras, intituiu uma comissão de auditória para a verificação e adequação dos contratos firmados, entre a prefeitura e a Copasa em janeiro deste ano. Segundo, se comenta que somente em junho, estará pronto o levamento sobre os contratos assinados com a Copasa. Depois deste levantamento, é que será possivel saber qual o caminho, que a prefeita Jussara Menicucci de Oliveira, tomará  para diminuir os valores cobrados nas faturas de água.A situação em Lavras é tão grave, que aqui tem consumidores, tendo que escolher entre ter comida na mesa ou pagar as faturas altissimas da Copasa. Em redes sociais, diariamente é postado contas com valores altos da taxa de esgoto, ou então vídeo do hidrómetro registrando a passagem do ar. Aqui acontece de tudo. Agora apareceu mais uma oportunidade de se livrar dessa cobrança absurda é um abaixo assinado disponivel na internet pela change. org nasceu em 2007 como um blog comum voltado para as mudanças sociais. Hoje é um site internacional, que ajuda pessoas comuns a usar a internet para mobilizar outras pessoas e é consideradas a maior plataforma de abaixo assinados online do mundo, com 30 milhões de usuários espalhados por 196 paises. Está abaixo disponível, um abaixo assinado para reduzir os valores da taxa de esgoto em Lavras na plataforma change. org, que pode ser acessado clicando aqui. Veja a justificativa:

 

Cidadãos de Lavras

 

O tratamento de esgoto está com o valor abusivo:  é cobrada uma taxa de 100% do valor sobre a água que recebemos em nossas casas! Em Três Corações esta taxa é 31.25%!!!!!

Mas como é calculada esta taxa de esgoto pra ser cobrado 100% do valor consumido? Quais os paramentos legais? Da água recebida em nossas casas, nem toda ela vai para o esgoto, por isso, devemos lutar pelo nossos direitos e deveres como cidadãos de Lavras, não é justo ser cobrado 100% do valor para tratamento de esgoto!

Nos dias atuais, que estamos vivendo em meio à uma Pandemia que nos afeta diretamente, e nem todos estão com a situação financeira regulada e suficiente para sobreviver. Queremos, através destes informativos, colher assinaturas para que possamos, juntos aos cargos competentes, pedir esclarecimentos a cerca desta cobrança da taxa de esgoto em Lavras/MG e, assim, reduzir a tarifa abusiva de forma justa para todos usuários. Afinal, o esgoto tratado não é 100% da água que recebemos, pois não é a mesma quantidade de esgoto que sai da nossa residência!

Venho pedir ajuda aos Vereadores de Lavras e de toda a população de Lavras, dessa cidade que amamos. Vamos assinar para pedir a diminuição da tarifa de esgoto na nossa conta de água! Como exemplo, vamos citar o que já está ocorrendo na cidade de Três Corações, por meio do Projeto de Lei Complementar 585/2021:

Art. 1º Fica estabelecido o percentual único para a cobrança da Tarifa de Esgoto de 31,25% (trinta e um vírgula vinte e cinco por cento) da Tarifa de Água a todas as unidades consumidoras do Município de Três Corações, conforme estabelecido pela Resolução ARSAE-MG nº 127, de 25 de junho de 2019.

Parágrafo único. Até que a Companhia de Saneamento de Minas Gerais (COPASA) promova o tratamento de 100% (cem por cento) do esgoto coletado no Município de Três Corações, será aplicada a tarifa reduzida (EDC – esgotamento dinâmico com coleta) estabelecida pela Agência Reguladora ARSAE.

Art. 2º Ficam estabelecidos os critérios de enquadramento de usuários na Tarifa Social da Companhia de Saneamento de Minas Gerais (COPASA) no Município de Três Corações:

I - unidade usuária classificada como residencial;

II - os moradores da unidade usuária cadastrada na categoria Residencial – Tarifa Social devem pertencer a uma família inscrita no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico); e

III - a renda per capita mensal familiar desta unidade usuária deve ser menor ou igual a ½ (meio) salário mínimo nacional.

§1º O benefício da Tarifa Social será vinculado somente a uma unidade usuária por família registrada no CadÚnico.

§2º A Companhia de Saneamento de Minas Gerais (COPASA) deverá atualizar o cadastro de beneficiários da Tarifa Social pelo menos uma vez ao ano, conforme registro mais recente do CadÚnico, remetendo o respectivo cadastro à Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social.

§3º A Companhia de Saneamento de Minas Gerais (COPASA) deve manter ampla divulgação dos critérios de enquadramento da Tarifa Social, por meio de mensagem inserida nas faturas de água e esgoto e em meios de comunicação de massa.

Art. 3º Esta Lei Complementar entra em vigor na data de sua publicação, nos termos do Art. 174, parágrafo único, da Lei Orgânica Municipal.

 

Vamos juntos reduzir nossa taxa também!

 

 

 

 

 

11 comentários
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.