Segunda, 12 de Abril de 2021
35 99103-0502
Política CPI

Lavras: Depois de CPI para apurar contrato milionário, Secretário Executivo do Cislav pede demissão

É aguardado com bastante interesse os trabalhos dessa CPI para mostrar o contrato assinado entre o Cislav e essa Clinica Odontológica, já que ele não foi publicado no Diário Oficial do Município de Lavras. Por este contrato se poderá saber quais os procedimentos que seriam feitos e quem assinou este contrato vultuoso.

08/04/2021 13h49
Por: Redacao
O Ex secretário executivo Luciano Fernandes de Melo Tilili ( Foto facebook)
O Ex secretário executivo Luciano Fernandes de Melo Tilili ( Foto facebook)

O secretário executivo do consórcio de saúde Cislav, que estava envolvido em uma dispensa de licitação para procedimento odontológico no valor de R$ 880.729 mil reais, de uma clínica que um dos sócios é funcionário público municipal, Luciano Fernandes de entregou hoje quinta-feira 08/04 sua carta de demissão. Essa postura de se demitir de Luciano Fernandes, mais conhecido por Tilili, pegou todos de surpresa. É que na segunda-feira 05/05, em uma reunião com prefeitos que fazem parte do Gislav, a prefeita Jussara Menicucci teria "bancado" a permanência do secretário executivo alegando que os fatos denunciados pela imprensa no final de semana, precisariam ser apurados e que tinha total confiança na pessoa do seu escolhido. Diante das denúncias veiculadas por órgãos de imprensa independentes da cidade, em redes sociais no final de semana que passou, na segunda-feira, o vereador Lauro Mesquita do PSL, protocolou e foi instalada a CPI da "Boca Rica, em alusão os valores cobrados por procedimentos odontológicos. Votaram pela instalação da CPI, os vereadores Lauro Mesquita autor, Ana Paula, Elis Amarante, Carol Carvalho Coelho, João da Mercearia, Zeca do Salão e Marcos Possato. É possível, e pedimos nossas escusas, que outros vereadores tenham assinado este pedido de instalação da CPI durante a semana, e assim que for possível atualizaremos essa informação. Segundo um vereador que pediu anonimato, mesmo agora que não é mais secretário executivo do consórcio de saúde da micro região de Lavras, o Sr Luciano Fernandes de Melo, que também é primo do vice-prefeito Rodolfo Crepaldi, deverá sim ser ouvido nessa CPI. É aguardado com bastante interesse, o que ele terá de dizer sobre essa dispensa de licitação de serviços odontológicos, mesmo existindo na cidade várias clinicas que poderiam participar neste processo licitatório. Também tem outras situações que estariam acontecendo no Cislav, que deverá merecer dos componentes da CPI, uma atuação no sentido de buscar respostas para várias indagações como; acumulo de cargos, nepotismo cruzado.

A carta de demissão

 

 

 

 



Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.